Pesquisar este blog

Seguidores

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Deus é Pai

Voltai, ó filhos rebeldes, eu curarei as vossas rebeliões. Eis-nos aqui, vimos a ti; porque tu és o SENHOR, nosso Deus (Jeremias 3.22).
Antes de meditarmos em como é o nosso Deus, devemos pensar nEle como Pai. Afinal, que pai deseja o mal aos seus filhos? Talvez, algum alienado tenha esse tipo de sentimento, mas o Senhor, nosso Pai celeste, jamais desejaria que qualquer um de Seus filhos sofresse. Ele não ameaça castigar o filho rebelde, mas o convida a voltar, pois Sua vontade é libertá-lo do espírito de rebelião que o fez se afastar dEle. Quem errou deve acertar-se o mais rápido possível, porque Deus é o Senhor e, como tal, tem a última palavra e nenhum dos Seus desejos pode ser impedido (Jó 42.2). É bom estar de bem com Ele.
Não sei quem começou a retratar o Onipotente como um tirano. Ele é o nosso Pai. Tudo de bom que existe veio do Seu coração, e nada de mal procede dEle. Somos o Seu sonho, e mesmo daqueles que estão no erro Ele ainda não desistiu. O Altíssimo os convida a retornar ao Seu seio, onde encontrarão descanso e vida abundante.
Pode ser que o mais exigente pai, em sua ignorância, chegue a açoitar o próprio filho, achando que, com isso, está fazendo-lhe um bem. Porém, o Senhor, o qual é amor, é infinitamente melhor do que qualquer pai. Jamais em Seu coração haverá algum sentimento de maldade em relação aos Seus, pois os pensamentos divinos a nosso respeito são de paz (Jeremias 29.11).
Deus enviou Seu único Filho para resgatar o que se havia extraviado. Hoje, o Altíssimo está na missão de resgatar para a Sua casa quem longe dela está. Ele tem poder para mudar todo homem, e esta é a mensagem que temos de pregar a quem se encontra no erro, na criminalidade e nos mais diversos enganos.
O Senhor não castigará quem se encontra perdido, mas irá curá-lo do espírito de rebelião, o qual veio para roubar, matar e destruir a sua vida (João 10.10a).
A decisão de voltar para Deus deve ser feita logo que se ouve a pregação do Evangelho. A Boa Notícia pregada é a porta aberta para a felicidade. Demorar a aceitar o convite do Senhor e a assumir a sua posição em Cristo é dar chance para o inimigo destruí-lo.
Como Senhor, Ele já decretou o seu perdão. Tudo o que você tem a fazer é achegar-se a Deus em oração e entregar-se a Ele. No mesmo instante, você será aceito, perdoado e recriado em Cristo Jesus, e sairá à imagem e semelhança dEle. Nada é mais recompensador do que estar em paz com Deus.
Em Cristo, com amor,
R. R. Soares

Nenhum comentário: